Back

Avanços na microeletrónica e sustentabilidade em destaque no segundo dia da SMTconnect

No segundo dia da SMTconnect, a decorrer em Nuremberga, a AIDA CCI e o PCI, como representantes da Agenda da Microeletrónica, realizaram diversos contactos com empresas, institutos de investigação e organizações. Entre estas, destacam-se a Fraunhofer IMWS, especializada em investigação e desenvolvimento na área da microestrutura de materiais e sistemas para eletrónica, a ASYS Group, líder na automação da produção eletrónica, e a SEICA, uma empresa inovadora de alta tecnologia que desenvolve e fabrica sistemas de teste, fornecendo soluções de fabrico a nível mundial. Esta última manifestou interesse em colaborar num projeto europeu com o ecossistema da microeletrónica em Portugal. Também presente estava a VISCOM AG, um dos líderes mundiais em soluções de software e inspeção ótica automatizada e por raios X, que continuamente redefine os padrões de tecnologia de inspeção. Por fim, a Factronix, uma empresa de distribuição que cobre toda a cadeia de valor do processo de fabricação e já fornece equipamentos para Portugal, representando cerca de 14 fabricantes em toda a Europa, tem como objetivo oferecer às PME um serviço completo, desde a venda de produtos de qualidade até à manutenção, formação e suporte no local.

Houve também a oportunidade de dialogar com a SMTA, uma associação americana sem fins lucrativos voltada para o setor da eletrónica, que já tem representação na Europa (SMTA Europa) e que expressou grande preocupação com o desenvolvimento de competências na área da eletrónica e a integração de profissionais nas empresas.

Adicionalmente, foram feitos contactos com empresas de reciclagem e revalorização de solda de estanho e outros metais valiosos, como a MTM Ruhrzinn, sediada em Essen, e a Balver Zinn Cobar, sediada em Balve, evidenciando a preocupação do setor com a circularidade das matérias-primas utilizadas na indústria eletrónica.

A substituição do plástico por cartão na embalagem de produtos e componentes eletrónicos foi outra solução sustentável apresentada por três empresas presentes na feira: a Froeb Verpackungen, que possui vários produtos patenteados com características únicas, a ESD Verpackungen e a Hans Kolb.

A Agenda da Microeletrónica foi criada no âmbito das agendas mobilizadoras do Plano de Recuperação e Resiliência português com o objetivo de reforçar a capacidade produtiva e de inovação da indústria nacional de semicondutores e microeletrónica. Envolve um conjunto de 17 parceiros e procura contribuir para o posicionamento de Portugal na linha da frente no mercado da gestão, produção, distribuição e reciclagem de semicondutores, capazes de fornecer devidamente a Europa e outros países à escala mundial.

Os 25 novos produtos, processos e serviços resultantes da Agenda têm como objetivo transformar o setor da microeletrónica e contribuir para a sua resiliência, competitividade e sustentabilidade ecológica, e permitirão ao ecossistema português acompanhar e antecipar as necessidades do setor.

O projeto “Agenda Microeletrónica” decorre de 1 de janeiro de 2022 a 31 de dezembro de 2024 e é cofinanciado a fundo perdido no valor total elegível de 6.749.3749,13€ pelo Plano de Recuperação e Resiliência português através do Next Generation EU.

Agenda da Microeletrónica
Agenda da Microeletrónica
https://micro-electronics.eu

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This website stores cookies on your computer. Cookie Policy